Mercado infantil em crescimento

ISTITUTO DI MODA BURGO

BLOG


Mercado infantil



Um mercado que está em forte crescimento no Brasil é do segmento infantil. Muitos empreendedores que começam no ramo na moda, optam pelo segmento por diversos fatores e um deles é a alta lucratividade e simplificação de processos. Em média o volume de vendas de produtos de moda infantil no País passou de R$ 2,7 bilhões para R$ 3,9 bilhões, crescimento de 45,6%.

Segundo a Euromonitor - empresa especializada em pesquisa de mercado global, destacou que em mesmo a crise política e econômica no Brasil, o segmento de moda infantil manteve o fôlego, crescendo uma média de 8% ao ano.


Brasil: um país com oportunidades para empreendedores


Mercado infantil com oportunidades


Por ser um dos países com o maior número de crianças no mundo, o mercado brasileiro demonstra ser um cenário positivo para estilistas que querem ter a sua primeira marca escolhendo o ramo infantil. Segundo IEMI - empresa de pesquisa de mercado, em 2017 a produção de vestuário infantil e bebê cresceu cerca de 3,1% e em relação a receita foram 6,2%.


Dica! Há oportunidade no setor de pijamas, meias, casacos e camisas.


Diferenciais do mercado infantil



Diferenciais do mercado infantil


Júlio Niski, empreendedor no segmento, iniciou seu trabalho no ramo têxtil mas logo percebeu que havia mais oportunidades na área do varejo infantil. Veja alguns dos diferenciais que fizeram ele escolher esse mercado:


  1. Baixa frequência de troca de coleções;

  2. Sem necessidade de seguir tendências (salve alguns casos);

  3. Coleções de inverno e verão (duas apenas).



Tendência “Mini Me” ou “Tal Pai, Tal Filho


Tendência Mini Me


O segmento infantil está em crescimento e tende a ganhar cada vez mais destaque no meio da moda, disso certamente você não tem mais dúvidas, certo?. Uma tendência que está em alta e foi abraçada por grandes marcas é “Tal Pai, Tal Filho”. Você já tinha ouvido falar?


Essa tendência busca vestir o filho com a roupa igual - ou muito parecida - do pai ou mãe. Algumas marcas que seguem essa pegada são: Bella Luá, Lallupe e Coloritta.


Como dica, fique atento aos mercados que vão gerar oportunidades para você, muitas das vezes se insiste em algo que caberá investimento e muita disposição incial. Os números não mentem e comprovam como o mercado infantil cresce e tende a conquistar mais novos estilistas.



Fique ligado nas próximas postagens aqui do #BlogIMBBrasil e nos conte o que você achou dessa publicação.


Atá lá!


Referências


O sucesso dos looks “mini me”

Segmento de vestuário infantil é mercado crescente no País

Oportunidade para o mercado infantil

Mercado infantil exige diferencial e foco