Desfile da Gucci (Inverno 2018) na Semana de Moda de Milão

ISTITUTO DI MODA BURGO

BLOG


O desfile da Gucci, comandado pelo Diretor Criativo Alessandro Michele, foi inspirado em como as pessoas hoje constroem suas identidades por meio da tecnologia, cinema (Hollywood), Instagram e, claro, sobre a marca Gucci. O estilista fez um destaque sobre a concepção da ideia: “que somos o próprio Dr. Frankenstein de nossas vidas, ou seja, temos pleno conhecimento dos nossos atos e também das consequências.”


O que mais chamou atenção nesse desfile foi o poder co-criativo que Michele teve, por exemplo, pessoas embalando um dragão bebê, outros com réplicas das suas próprias cabeças e por fim encapuzados de linho imitando burkas. De fato,  foi um desfile intrigante reflexivo.  


Michele se propôs a sondar as verdades da moda, como um meio de transmitir os estados internos das pessoas, ou seja, uma imagem do que está acontecendo a partir do momento que o cérebro se conecta com o oceano de informação conectado à internet. Uma verdadeira viagem (leia-se: boa).


E pra finalizar, Michele defendeu que vivemos uma era pós-humana, sem preconceitos e distinções de gêneros. Uma verdadeira quebra de paradigmas.


CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS DO DESFILE DA GUCCI INVERNO 2018 NA SEMANA DE MODA DE MILÃO






Referências



Gucci Fall 2018