10 destaques da semana de alta costura de Paris

ISTITUTO DI MODA BURGO

BLOG

A semana de moda de alta costura é um deleite para os olhos em todos os sentidos. A cidade já é incrível e nos inspira por si só. As locações são as mais variadas e impactantes e é claro, por se tratar de alta costura, é a nata da moda desfilando o que há de melhor e mais artístico. Verdadeiras joias e obras de arte são carregadas nos corpos das modelos e mesmo que sejam inalcançáveis para nós, há sempre muito para aprender e se inspirar com uma semana de moda como essa. 

Maria Grazia trouxe a arte e o empoderamento feminino mais uma vez, Elie trouxe a Paris dos anos 20, Zuhair representou a cultura nativa americana, Galiano trouxe a alta tecnologia para a alta costura e chamou seu público para tirar fotos com flash para capturarem sua visão do desfile em modo holográfico, e assim por diante. Já dá pra imaginar o tanto de desfile maravilhoso, né? Então, vamos aos destaques!


O mix de delicadeza e feminilidade x bold colors e sexy style de Ralph and Russo

Uma coleção maravilhosa que passou por vários estilos e nuances: tivemos looks bem delicados, clássicos, românticos e femininos e também uma seleção de looks com cores fortes e vibrantes, pegada sexy com as mega fendas e até looks em veludo preto, bem impactantes! Já dá pra imaginar todos eles no red carpet mais próximo!

 

Os mega vestidos de tule de Giambattista Valli

Um dos tecidos mais mágicos e incríveis de vestidos de festa é o tule. Giambattista é um dos estilistas favoritos no mundo da moda e muito se deve aos vestidoes de tule que são marca registrada dele. Esse ano o toque ficou por conta dos laços nos mega vestidos (que invadiram a maioria das coleções da alta costura). 

 

colorbloking da Valentino

Nessa semana de moda tivemos muitas cores vivas mas o campeão do uso delas no mesmo look foi Pierpaolo à frente da Valentino! Verde, roxo, vermelho, pink, azul e por aí vai... É pra gente se inspirar e não ter medo de ousar nelas!

 

O high-tech show da Maison Margiela

Observem bem o efeito holográfico desses looks: Galliano quis trazer o que há de mais moderno para a passarela com os tecidos high tech e convidou todos da platéia a tirarem fotos com flash do desfile para registrarem esse efeito! E a trend dos plásticos que pintou ano passado parece estar ainda mais forte. Quem aí gosta?

 

A virada de Clare Waight Keller na Givenchy

A estilista inglesa estreou na última temporada na maison mas não teve muito sucesso com os críticos, que apontaram uma coleção morna, um tanto sem apelo. Dessa vez, Claire acertou em cheio e trouxe muita dramaticidade, cores, elegância e impacto à uma coleção de festa dark de luxo com toques de cores e brilhos pontuais e certeiros. O principal ponto foi o uso da alfaiataria misturada à tecidos leves e/ou de luxo no mesmo look, como nesse da última foto.

 

Bolsos em tudo na Chanel

Karl trouxe o toque de estilo e casualidade aos looks couture da marca com os bolsos em todos (ou quase todos) os looks! Desde vestidos à blusas, coletes, blazers e até macacões, sejam eles de tweed ou bordados brilhantes. Já queremos tudo com bolsinhos também!

 

A coleção mono-material de Viktor & Rolf

Já pensou numa coleção de apenas um material? Eu ouvindo isso acharia impossível... mas não é! Os estilistas usaram apenas cetim duchesse para criar a coleção todinha! Eles já haviam feito isso antes, usando apenas produtos têxteis de cera holandesa. Dessa vez, o cetim surpreendeu positivamente, mostrando a versatilidade e como trabalhar com várias nuances do mesmo tecido dá destaque nas peças. O trabalho de costurar listras do próprio cetim em diferentes cores para dar o efeito listrado/quadriculado nas peças é incrível, assim como as flores em 3D!

 

O efeito visual das listras e quadriculados da Dior

Maria Grazia garantiu o efeito visual impactante desde a escolha da passarela, um tabuleiro de xadrez. E os looks contrastavam ainda mais com as listras, quadriculados e formas geométricas de efeito visual incrível! 


E as cerejas do bolo: os bordados brilhantes e estonteantes dos libaneses 

Sem palavras pra tanta riqueza! Dois dos melhores desfiles sem dúvida foram os de Elie Saab e Zuhair Murad, os libaneses mais talentosos desse mundo. Esses são os vestidos de noiva que fecharam o desfile de cada um deles e a gente nem tem adjetivo pra expressar sentimentos por eles! 

E pra encerrar, não poderia faltar Karl! Ele causou aparecendo de barba na fashion week. Aprovam?